AOS QUE NÃO ME REPRESENTAM

Qual o significado do voto?  Pelo que eu sei, é instrumento pelo qual, um povo escolhe um cidadão que irá representá-lo e defender seus interesses dentro de uma democracia.  Uma democracia, por sua vez, impõe que esse representante escolhido por maioria, aja de acordo com regras estabelecidas e que ninguém parece se interessar muito por elas após o pleito.  Dessa forma é que surgem os populistas, os vigaristas de plantão.  
Faz muito tempo que optei pelo "não voto", simplesmente por não confiar em nenhum desses que se apresentam.   E vejo que tinha toda a razão.  Já fui muito criticado por isso com pessoas me dizendo que eu não estou exercendo minha cidadania, minha escolha, que estou ajudando o outro, enfim, uma apelação que nunca me convenceu.
Primeiro;  não estamos em uma democracia plena, até pelo fato de o voto ser ainda obrigatório, mesmo que alguns insistam que não é.  Mas é!!!!
Segundo;  não confio nesse sistema político, muito menos no sistema eleitoral com urnas eletrônicas.
Terceiro;  mesmo que escolhesse alguém sério, seria como jogar uma maçã saudável num cesto infestado de podridão.

Mas tudo isso é coisa minha, já antiga, já cansativamente discutida em diversas rodas, em vários ambientes reais e virtuais.

Na política não existem santos, é verdade, mas também não precisavam existir só bandidos.

Se metade ou menos do que pagamos em impostos nesse país, fosse realmente utilizado de forma correta, estaríamos, com certeza, dentro do rol dos países de primeiro mundo.  Teríamos saúde, educação, e segurança públicas para dar inveja até às raças alienígenas mais evoluídas.

Mas os recursos que destinamos as máquinas administrativas se esgotam em mau gerenciamento, corrupção, e desvios infinitos, sobrando apenas um resto quase insignificante e isso todo mundo sabe, todo mundo vê, todo mundo lê, ...dá praticamente até para se tocar, cheirar e sentir o gosto.
Então,por que as coisas continuam assim???   Porque o povo ainda teima em aceitar, em acreditar, em se iludir.

Faz tempo que discuto com militantes de várias ideologias.  Para uns eu sou de um lado, para outros de outro lado, enfim, já me acostumei.  Mas busco ser justo e coerente e assim, fico tranquilo com minha consciência.

Também faz tempo que os petistas insistem que o atual governo e antiga oposição, são praticamente intocáveis na divulgação de seus crimes.  Corrupção sempre teve, é verdade, embora o último governo tenha se lambuzado nela com muito mais intensidade que quaisquer outro, nunca deixou de haver nos governos de turno.

Mas agora ficou evidente que os petistas tinham mesmo razão quando assim argumentavam.  Já confessaram praticamente que são criminosos, isso é fato.  Até porque em seus argumentos sempre apontam para os oponentes.  Só que, como eles sempre dizem, a mídia não divulga, não quer enxergar,  se opõe a divulgar, enfim, uma verdadeira censura é feita em cima de qualquer assunto sobre o psdb.

Alguns irão dizer que, se tudo for exposto como deve ser, não haveria mais políticos no Brasil, que ficaríamos sem governo, que a crise aumentaria, etc...  será?

Então eu terei que ter um bandido de estimação?  terei que defender cegamente um excelentíssimo filho da puta  enquanto ele faz a mim, meus filhos, meus amigos, meus irmãos em nacionalidade de joguete????   Vai crise, vem crise, volta crise, são décadas de sufôcos  que nunca terminam.

Não estamos em nenhuma guerra atualmente, não temos terremotos, maremotos, vulcões, furacões, e toda aquela sorte de problemas pelos quais muitos povos tem que conviver.  Nosso problema é ,e sempre foi, apenas nós mesmos... os mansos, os otários, aqueles que aceitam tudo mansamente de bunda pra cima esperando chover caralhos cada vez mais grossos.  Depois ainda ficamos discutindo em quais cus entraram os melhores ou piores, enfim...

"...orgulho de ser brasileiro"   ..."sou brasileiro e não desisto nunca"...  e outras merdas que colocam nas cabeças ocas, e crédulas mentes obtusas.  

Não... não há solução para uma nação (se é que algum dia foi), enquanto seus cidadãos (se é que algum dia foram), continuarem a aceitar passivamente tanta putaria ornamentada com respeitáveis títulos e adjetivos faraônicos.  E ainda pagando monstruosamente caro por isso.

A imprensa e a mídia agora escondem fatos importantíssimos em vista de evitar o tal "dano maior"... e conta com a cumplicidade e o silêncio covarde e respeitoso, daqueles que não querem aceitar que essa é a forma mais formidável de mostrar ao mundo que somos, não só vira-latas, mas também os da pior espécie.

Eu sinto nojo em ver a todo instante, discussões ao invés de debates, propostas ao invés de gozações numa briga insana para ver quem se fodeu mais.

Me dá asco o politicamente correto alimentando a hipocrisia absoluta.  A entrega total da cumplicidade criminosa.  Criminosa no sentido capital mesmo, pois perdemos nos campos de batalhas dentro de nosso próprio território, vitimas da violência, mais do que países em conflito declarado.

Mesmo as nações que sofrem com suas guerras ainda alimentam esperanças e normalmente seus sonhos se concretizam após os conflitos, já aqui não...enterramos nossos mortos das ruas, do trânsito, das doenças evitáveis e continuamos seguindo até que nós mesmos recebamos um número para fazermos parte de alguma estatística somente  para gerar discussões e não alcançarmos nenhum resultado concreto.

...e tudo isso com raça...com gana,  sem grana...até que a próxima tempestade de caralhos despeje por sobre nós e naqueles que se satisfazem em ficar de quatro esticando ao máximo seu próprio órgão excretor.

...com muito orgulho e ...sem nunca desistir!!!







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TIJOLO ECOLÓGICO - PROBLEMAS COM UMIDADE NA CONFECÇÃO

COELHOS NA PISCINA

O CIDADÃO, O SÚDITO E SEUS ORIFÍCIOS